Login
Username:
Password:
As lentes de contacto
1. Classificação das LC

A classificação das lentes de contacto actuais não é simples dado que as suas características e aplicações são bastante diferentes. Uma classificação rigorosa das LC exige que sejam considerados diferentes aspectos que as caracterizam. A seguir sugerem-se duas das classificações mais abrangentes, segundo o material de que são fabricadas e o propósito de uso das mesmas.

 

2. Classificação das LC segundo o material de que são fabricadas

- LC rígidas (LCR) : são compostas essencialmente de poli-metil metacrilato (PMMA). O seu tamanho costuma ser inferior a 9.5 mm e actualmente são muito pouco utilizadas.

- LC rígidas permeáveis aos gases (LCRPG) : também se denominam de semi-rígidas e a diferença das de LCR que são impermeáveis ao oxigénio, estas incorporaram componentes poliméricos que lhe dão mais flexibilidade e permeabilidade aos gases. O seu tamanho varia entre 8.5 e 11 mm e dado que unicamente se adaptam sobre a superfície corneal são também denominadas de lentes corneais igual que as LCR de PMMA. Estas lentes classificam-se habitualmente nos seguintes grupos:

- Acrilato de silicone (SA) : lentes em que os constituintes principais são o metil metacrilato (MMA) e o siloxano. São lentes de menor permeabilidade aos gases, mais hidrofóbicas e mais rígidas.

- Acrilato de flúor-silicone (FSA) : lentes que para além dos constituintes das lentes de SA incorporam também o flúor. São habitualmente lentes de maior permeabilidade aos gases, maior hidrofilia e resistência à adesão de depósitos e mais flexíveis.

- LC hidrofílicas convencionais (LCH) : são compostas por monómeros hidrofílicos, esencialmente hidroxi-etil metacrilato (HEMA) com outros monómeros que lhes conferem distintas propriedades (humectação, permeabilidade aos gases, entre outras). O tamanho habitual para estas lentes é de 13.5 a 15.5 mm de diâmetro. A característica principal é que a permeabilidade aos gases depende do teor de água que pode variar entre 38 e 74% nas lentes mais utilizadas. Habitualmente classificam-se segundo o seu teor de água em baixa hidratação (<50%) ou alta hidratação ( ³ 50%). Também podem ser iónicas ou não iónicas, propriedade da que depende a compatibilidade do material com a superfície ocular.

- LC hidrofílicas bio-miméticas (LCHB-M) : também são denominadas de bio-compatíveis, no entanto, a biocompatibilidade deve estar presente em todas as lentes aptas para o uso em seres humanos pelo que o termo bio-mimético é mais específico destas lentes. Igual que as anteriores são compostas por monómeros hidrofílicos, no entanto, alguns dos monómeros que contêm têm demonstrado uma maior eficácia na resistência à desidratação e contaminação por depósitos, pelo que se incluem num grupo aparte.

A FDA ( Food & Drug Administration ) classifica as LCH nos seguintes grupos:

- Grupo I : materiais não iónicos de baixa hidratação.

- Grupo II : materiais não iónicos de alta hidratação.

- Grupo III : materiais iónicos de baixa hidratação.

- Grupo II : materiais iónicos de alta hidratação.

- LC hidrofílicas de hidrogel de silicone (LCH-S) : são compostas de monómeros hidrofílicos e outros hidrofóbicos (siloxano), conferindo estes últimos uma elevada transmisibilidade. Ao contrario do que acontece com as LCH convencionais, o grau de hidratação relaciona-se inversamente com a permeabilidade aos gases para valores de hidratação abaixo dos 50%. Actualmente, estas lentes são também abrangidas pela classificação FDA.

- LC híbridas : são fabricadas com materiais hidrofílicos no bordo e materiais RPG na zona central.

- LC de silicone : a sua principal característica é a permeabilidade aos gases muito alta, no entanto são muito desconfortáveis. O seu uso fica reservado quase exclusivamente à adaptação em crianças operadas de catarata congénita para a compensação da elevada hipermetropia resultante da extracção do cristalino.

 

3. Classificação das LC segundo a geometria, e/ou propósito de uso

- LC esféricas : podem ser fabricadas de qualquer material e serve para compensar defeitos de refracção esféricos e ainda astigmatismos corneais se fossem LCR, LCRPG ou híbridas.

- LC asféricas: são fabricadas principalmente de materiais RPG e hidrofílicos, e as suas principais finalidades são a melhor adaptação à superfície corneal (também asférica) correcção de astigmatismos baixos e melhora a qualidade visual. A principal característica que as define é o factor de excentricidade que pode ser padrão nas lentes para adaptações convencionais ou valores mais elevados para córneas irregulares como é o caso do queratocone .

- LC tóricas: são fabricadas principalmente de materiais RPG, hidrofílicos, e hidrogel de silicone e o seu principal propósito e a compensação de todo o tipo de astigmatismo .

- LC bifocais/multifocais: são fabricadas principalmente de materiais RPG, hidrofílicos, e hidrogel de silicone e o seu principal propósito e a compensação da presbiopia .

- LC de geometria inversa: são fabricadas de materiais RPG e utilizam-se principalmente para a redução da miopia por moldagem da córnea ( ortoqueratologia ). Também se aplicam em córneas de geometria oblatada (córneas mais planas no centro que na periferia, normalmente resultado de algum procedimento cirúrgico ou traumático).

- LC especiais para astigmatismo irregular: estas lentes possuem desenhos especiais para a sua adaptação sobre córneas com graus severos de irregularidade ( queratocone , cicatrizes corneais, irregularidades post-cirúrgicas, etc). São fabricadas principalmente de materiais RPG mas também existem algumas lentes deste tipo fabricadas com materiais hidrofílicos.

- LC hidrofílicas: a diferença com as lentes normais é a sua maior espessura para minimizar a flexão da lente sobre a superfície irregular.

- LC RPG: as principais diferenças com as LCRPG antes referidas costumam ser uma maior excentricidade na superfície posterior, tamanho reduzido de zona óptica e/ou desenhos especiais de curvas periféricas.

- LC esclerais: estas lentes utilizam-se quando as irregularidades são tão graves que impedem a adaptação satisfatória sobre a superfície corneal e limbal. Têm tamanhos superiores a 15 mm de diâmetro.

- LC terapêuticas:
são fabricadas de materiais hidrofílicos e a sua função principal é proteger a superfície ocular em diferentes situações patológicas ou após cirurgia ocular. 4

- LC cosméticas e de cor: estas lentes são fabricadas de materiais hidrofílicos e os seus propósitos de uso permitem ainda estabelecer uma sub-classificação

- Lentes de cor
: a finalidade é simplesmente mudar a cor dos olhos.

- Lentes espectrais : a sua coloração é uniforme e a função é filtrar selectivamente algumas radiações do espectro visível para proporcionar uma visão de maior contraste. Utilizam-se principalmente na prática de desportos ao ar livre e em doenças degenerativas da retina.

- Lentes cosméticas : utilizadas para mascarar defeitos da superfície ocular ou estrabismos .

- Lentes de oclusão : o propósito é impedir a passagem da luz pela área pupilar.
links externos
                                                            

Ugg Classic Short Chocolate Size 6 Oakley Sunglasses For Sale In The Philippines Cheap Replica Louis Vuitton Wallet Ray Ban Online Uk Sale Authentic Louis Vuitton Website Ray Ban Sunglasses Cheap Usa Black Classic Ugg Boots Cheap Ray Ban Frames Cheap Uk Louis Vuitton Bags For Sale Nz Getting Salt Stains Off Ugg Boots